artulobo

Archive for the ‘pintura’ Category

Apocalypse – D. H. Lawrence (1931) [e algumas pinturas]

In arte, Cinema, Literatura, pintura, videogame on 31/05/2011 at 19:19

O triunfo da morte - Pieter Bruegel (1562)

Tim Bailey. Cadet Congo Ganja - John Moores (2008)

Space Invanders Apocalypse - Lawrence Yang (2009)

No limite do discurso erudito, que se ultrapassado cairia num místicismo, D. H. Lawrence faz uma exegese do Apocalipse, mostrando simplesmente que os cristãos não são tão cristãos quanto pensam. Mais uma perversão do David.

Anúncios

Los caprichos – Francisco Goya (1799) no Instituto Cervantes

In exposição, pintura on 12/04/2011 at 0:18

Carnaval o ano todo

O que aconteceria se, amargo, dirigindo-se ao que tem de mais demoniaco no mundo, o pintor Dom Francisco Goya fizesse um Tumblr com uma série de de gravuras seguidas de comentários sarcasticos parodiando lições morais?

O resultado está aqui em 10MB neste PDF, com todas os 80 trabalhos (apenas ilustrações).

Ou você pode passar ali atrás do Botafogo Praia Shopping até 27 de Abril, e ver os desenhos junto aos comentários completos.

Exit throught the gift shop – Banksy (2010)

In Cinema, exposição, pintura on 01/02/2011 at 11:24

melhor que escrever "fim"

Explicando o título: na saída de um estabelecimento qualquer, por exemplo (o que é bem comum) de um parque de diversões, instala-se uma lojinha, onde a euforia se transforma em lucro. [SPOILER] O filme é um ajuste de contas, sem solução.

Coloca a preocupação que mais besteiras induz: “o grafiti é arte?” pelos próprios praticantes dele. E evita as besteiras. Resumo das conclusões: o grafiti é em primeiro lugar uma prática, quase sem sentido. Essa prática pode ganhar usos diversos, dos quais o nome Banski representa o mais contundente: um protesto poético. Entretanto, a arte-mercado, que, subvertendo os deboches do surrealismo e da Pop Art, tem o poder de fazer qualquer objeto funcionar como se fosse um objeto de grande valor estético, faz do grafiti sua linguagem privilegiada e aplasta toda possibilidade de sentido e de usos sobre o financeiro, sobre a utilidade de decoração.