artulobo

Posts Tagged ‘Brasil’

Criolo – Nó na Orelha (2011)

In arte, Música on 14/06/2011 at 0:15

Essa é a primeira desse discaço.

Faço um retrato fantasioso do Criolo: as composições deste disco parecem vindas da cabeça de alguém que esta saindo, graças aos discos do Fela Kuti e do Jorge Ben, de uma depressão regada a maconha, saindo do quarto escuro que virou sauna. Agora na luz do dia, com fé na vida, o amargo do mundo vira poesia numa voz que oscila entre um sabotage upgraded, um curumim entristecido, um Otto negro. Um criolo doido que passou pela imunização racional. “Sou um ser em formação”, como o proprio disse. Pode curtir aqui. O mês inteiro. Quero o volume dois.

Os Siderais na Lapa (2011)

In dança, Música on 31/05/2011 at 19:24

Antes de mais nada, esse vídeo acima dá uma idéia, mas não mostra bem o que vi: o som é horrivel, a imagem é horrivel, e a banda toca bem melhor e mais animada. É só uma ilustração.

Numa típica noite chuvosa carioca, ou seja, chata e molhada pra quem está na Lapa a pé, no meio da rua fechada para carros (talvez a única benfeitoria do choque de ordem até hoje), o posto localizado quase no encontro da Mem de Sá com a Riachuelo (e que liga as duas) parecia um oasis. E, na última sexta feira, esse oasis estava em chamas ou quase: os Siderais, banda formada por jovens figurinhas tarimbadas dos metais cariocas (sax, trombone etc – inclusive tuba!), fazia todo mundo pular e dançar e sacolejar com um funk- soul delicioso, todo mundo tomando cerveja comprada nos isopores e fumando cigarro, do lado da bomba de gasolina, entre os carros. Era melhor dançar que pensar. Com direito a uma bela porta-estandarte, o grupo, mostrando a que veio, divulgava seu facebook num autofalante daqueles de manifestações da década de 60. Melhor apresentação impossível. Boa sorte a todos os envolvidos!

Ordinário – Rafael Sica (2011)

In arte, Literatura, Quadrinhos on 21/03/2011 at 22:49

(...)

(...) (2)

(...) (3)

MUTE

MUTE (2)

Estou meio por fora do quadrinho alternativo pra saber o que é original, mas sei que isso é a bobeira tornada genial.

Se existe Arte com A maiusculo, o Sr. Sica elevou os rabisco no caderno de estudantes de segundo grau semi-depressivos desinteressasdos da aula a tal status.

Continue assim e não repita de ano.

Pai de familia – Flora Matos (2009)

In Música on 12/02/2011 at 10:54

De uma Mixtape.

Não digo que o hiphop ou rap nacional se renovou, não digo que ela é a nova aposta da música, não digo que ela é genial.

Digo apenas que essa música e letra é demais.

Quanto ao resto, o tempo dirá. Boa sorte a todos os envolvidos.